LIVRO EM HTML

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Jardim Botânico de Diadema

Jardim Botânico e Borboletário estarão abertos para visitação



Fonte Avisos Google em
Sáb, 18 de Dezembro de 2010 10:38

Da Redação - O Jardim Botânico de Diadema estará aberto para visitação em janeiro. O passeio para grupos de no máximo 30 pessoas inclui o Borboletário Tropical, trilhas em meio à mata nativa, lago com carpas e tartarugas e o Centro de Referência Ambiental de Diadema. As visitas poderão ser realizadas a partir do dia 10 de janeiro.
As visitas monitoradas poderão ser feitas de terça à sexta-feira, às 10h e às 14h. A visitação é gratuita e não precisa ser agendada. O Jardim Botânico possui uma área de vegetação em estágio inicial de regeneração e trechos de mata nativa, onde se destacam árvores de importância ambiental como pau-brasil, paineira, jacarandá, palmeira juçara, angico, urucum e jatobá. Possui ainda espécies exóticas como plátanos, magnólia e diversas espécies de palmeiras, além das orquídeas espalhadas pelas árvores do Jardim Botânico em uma área com cerca de 26 mil m².

Possui ainda o viveiro para o cultivo de cerca de 200 espécies de plantas para paisagismo entre arbóreas (porte alto), ornamentais (porte médio) e forração (porte pequeno). O local é utilizado nas atividades de educação ambiental para escolas do município e região. Para maiores informações e esclarecimentos entrar em contato pelos telefones: 4059.7600 ou 4059.7614.

Borboletário Tropical Conservacionista Laerte Brittes de Oliveira - Inaugurado em 2005, o espaço foi o primeiro borboletário a ser criado na região metropolitana de São Paulo. O espaço do borboletário visa contribuir com o processo de educação ambiental desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente e a preservação de espécies típicas da Mata Atlântica. As borboletas são fundamentais para a conservação da biodiversidade, pois contribuem para a reprodução das espécies vegetais, mantendo a grande diversidade encontrada na Mata Atlântica.

O viveiro de borboletas tem cerca de 190 m², onde vivem insetos adultos de duas espécies, a caligo, conhecida popularmente como "olho de coruja" e a ascia conhecida como "borboleta-da-couve". Os ovos, lagartas e pupas (casulos) ficam em um berçário junto ao viveiro. No interior do borboletário existem cerca de trinta espécies de plantas que servem para o depósito de ovos, abrigo e também de alimento para as borboletas.

Serviço - Jardim Botânico de Diadema, A partir de 10 de janeiro, de terça a sexta-feira, às 10h e às 14h, à Rua Ipitá, 193 - Jardim Inamar. Tel.: 4059.7600/7614


Nenhum comentário:

Postar um comentário